Segurança do WordPress em 5 passos

segurança wordpress

É um equívoco comum dizer que a segurança WordPress é infalível, que supera qualquer outros sites. A verdade é que não há nenhum site na internet que seja 100% seguro.

No entanto, ainda existem medidas de segurança WordPress que podem tornar seu site menos vulnerável a ataques de hackers.

Passos Fundamentais da Segurança WordPress

Coloque em prática estas 5 etapas para maximizar a segurança do seu site WordPress e manter os possíveis hackers à distância.

Os famosos backups

Fazer o backup do seu site é crucial para a segurança. A realização de backups regulares salvará a maioria dos seus dados se o seu site for invadido ou for vítima de outro risco de segurança. Na verdade, os backups são o recurso de segurança WordPress mais eficaz que existe. Se você compartilhar uma conta de hospedagem que esteja comprometida, poderá se encontrar especialmente precisando do sistema de backup.

O backup mais recente do seu site disponível nesta situação pode ser usado para restaurar seu site para uma versão segura e funcional. É importante lembrar que quanto mais acessível o seu site se tornar, mais ameaças de segurança você enfrentará. Isso significa que todas as coisas relacionadas à segurança, incluindo backups, devem ser abordadas com uma mentalidade equilibrada.

Limitar tentativas de login

Uma maneira fácil de adicionar segurança ao seu site é limitar o número de vezes que um usuário pode tentar efetuar login. Devido ao processo de login do painel do WordPress, muitos sites do WordPress são invadidos pelo próprio painel de controle. 

Como o WordPress permite que você tente fazer um login quantas vezes quiser, os hackers podem explorar essa brecha e executar um script que usa milhares de senhas comuns até encontrar uma correspondência. Ao adotar plugins e outros softwares que impedem um número de vezes que você pode tentar fazer login em seu site, você pode limitar severamente o risco de exploração.

Senhas Complicadas

Senhas excessivamente simples ou previsíveis são onde a maioria dos proprietários de sites faz seus maiores erros de segurança. Uma senha complicada pode ser mais difícil de lembrar, mas ajuda muito a impedir que seu website seja invadido. A infra-estrutura de segurança mais sólida do mundo não é suficiente para impedir que seu website seja invadido, se “senha” for sua senha. 

Os especialistas explicam que as senhas mais seguras usam letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos. As palavras do dicionário são particularmente vulneráveis ​​à exploração devido a programas de hackers que adivinham palavras aleatórias. Conseqüentemente, as senhas mais seguras são tipicamente as que não fazem sentido em uma frase e são difíceis de lembrar. 

Seu login no WordPress também deve ser diferente de qualquer outro login que você use na Internet, bem como da sua senha de acesso ao FTP.

VV0P\|)|>P\&$$, bom, esses caracteres podem ser uma boa senha e não tão difícil de lembrar, como assim? Simples, a senha é WordPress escrito em leet. Definitivamente escrever suas senhas em leet é uma excelente maneira de criar senhas fortes e fáceis de lembrar.

Autenticação de dois fatores

As redes Wi-Fi e o acesso público à Internet possibilitam que qualquer pessoa controle as coisas que você digita no seu navegador. Alguns hackers usam programas para registrar todo o tráfego que passa por uma conexão Wi-Fi pública. Muitas instituições bancárias oferecem a opção de proteger suas transações on-line por meio de um processo de autenticação de dois fatores .

Isso significa que eles solicitam duas formas diferentes de prova de que você possui a conta. Esta estratégia pode ter sido originada por instituições financeiras, mas é uma ótima maneira de proteger seu site WordPress também.

Atualizar com cuidado

Há uma variedade de plugins WordPress disponíveis através da conveniência do seu painel WordPress, mas nem todos os plugins são benéficos. É importante instalar atualizações regularmente e excluir plugins não utilizados, pois eles podem deixar seu site vulnerável a ataques.

Plugins atualizados são constantemente protegidos por seus desenvolvedores, mas plugins desatualizados geralmente têm pontos fracos que podem ser facilmente explorados por hackers. Manter-se atualizado com os plug-ins mais recentes evita que o seu site seja deixado para trás.

O mesmo pode ser dito para os temas. O código do WordPress é visível para todos. Então, se uma falha de segurança conhecida é descoberta em plugins e temas desatualizados, qualquer site que ainda os use é vulnerável.

Não deixe de ver os demais posts sobre WordPress!

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on linkedin
Compartilhar no Linkedin
Share on whatsapp
Compartilhar no WhatsApp

Se você gostou do post que acabou de ler e fará dele útil para você, compartilhe nas suas redes sociais e aproveite para fazer o download de um e-book totalmente gratuito.

Acredito que assim como você leu e gostou do post, lerá também nosso livro :D

mock02.png

Deixe um comentário sobre o post

Outros posts para você ler

Curta a Sites Realiza

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência